Greenpeace ▪ Voluntários do Rio de Janeiro

Grupo de Voluntários do Rio de Janeiro

O Greenpeace está SIM muito preocupado com o derramamento de óleo no Golfo do México!

3 Comentários

Muitos Blogs, muitos políticos e até mesmo muitas pessoas vêm questionando o Greenpeace sobre o derramamento de óleo no Golfo do México, acreditando que a organização está ausente e omissa no que foi considerado o pior acidente ambiental da história.

Porém, isso não é verdade!

Um de nossos voluntários escreveu uma resposta bastante completa e divulgou para todos esses blogs. Colocamos abaixo:

“Não há ausência do Greenpeace em relação ao vazamento de óleo no Golfo do México. Se você acompanhar o site do Greenpeace Brasil, do Internacional, da Inglaterra ou dos EUA você vai encontrar inúmeras matérias sobre o assunto, sobre ações diretas (protestos) realizados inclusive com um representante brasileiro no lugar onde o óleo está chegando na costa e outro protesto na sede da empresa colocando uma bandeira com o dizer “British Polluters”.

Esse velho argumento de que o Greenpeace só atua em nações em desenvolvimento, pobres para que não se desenvolvam é uma falácia. Se você acompanhar nos sites de cada pais, mais de 40 que o Greenpeace atua, você verá que existem trabalhos e protestos em todos eles, sem distinção!

Alguns links para conferir a informação dada:

http://beagleclub.blogspot.com/2010/06/greenpeace-em-campanha-para-british.html

Chorando sobre óleo derramado
Nova tentativa de contenção do vazamento fracassa. Em tom de pessimismo, BP prevê que o desastre dure pelo menos mais dois meses. Os impactos são imensuráveis.
http://www.greenpeace.org/brasil/pt/Noticias/Chorando-sobre-oleo-derramado/

Folga para os mares
Obama estipula moratória de seis meses para novos poços de petróleo em alto mar nos Estados Unidos, tempo insuficiente para mudança efetiva em direção a um futuro renovável.
http://www.greenpeace.org/brasil/pt/Noticias/Um-pequeno-passo-para-a-humanidade/

Um peso, duas medidas
Últimas do Golfo: ativistas indiciados por manifestarem contra exploração de petróleo no Ártico. Enquanto isso, BP aguarda avanços em contenção.
http://www.greenpeace.org/brasil/pt/Noticias/Um-peso-duas-medidas/

Depois de um erro, vem o outro
Ativistas usam óleo recolhido do vazamento no Golfo do México para pintar navio, em protesto contra plano de exploração de petróleo no Ártico chefiado pela Shell.
http://www.greenpeace.org/brasil/pt/Noticias/Depois-de-um-erro-vem-o-outro/

Mãos lavadas em óleo
Em audiência no Senado americano, as empresas envolvidas no vazamento de petróleo no Golfo do México passam a culpa adiante, enquanto mancha avança pelo litoral.
http://www.greenpeace.org/brasil/pt/Noticias/Elas-lavam-as-maos-em-oleo/

Dano incalculável
Óleo não para de vazar no Golfo do México e deixa governo americano incapaz de medir o alcance e o impacto do acidente. Greenpeace cobra moratória de exploração em alto mar.
http://www.greenpeace.org/brasil/pt/Noticias/Desastre-incalculavel/

Desastre para ficar na história
Local de reprodução de várias espécies de mamíferos, aves e peixes, alguns em perigo de extinção, o Golfo do México e a costa da Lousiana estão banhadas em óleo.
http://www.greenpeace.org/brasil/pt/Noticias/Desastre-para-ficar-na-historia/

A mancha negra
Acidente com plataforma de petróleo espalha óleo pelo Golfo do México e dúvidas sobre um modelo energético prejudicial à saúde humana e ambiental.
http://www.greenpeace.org/brasil/pt/Noticias/A-mancha-negra/

Deepwater Horizon – Harvey Explorer
http://www.greenpeace.org/international/en/multimedia/photos/Deepwater-Horizon—Harvey-Explorer/

Putting Obama’s Arctic drilling announcement in perspective
http://www.greenpeace.org/international/en/news/Blogs/climate/putting-obamas-arctic-drilling-announcement-i/blog/11969

Arctic drilling next? Hell no!
http://www.greenpeace.org/international/en/news/Blogs/makingwaves/arctic-drilling-next-hell-no/blog/11830

Protest at BP’s London headquarters
http://www.greenpeace.org/international/en/multimedia/photos/Protest-at-BPs-London-headquarters/

Mr Hayward – this is not a ‘tiny’ matter…
http://www.greenpeace.org/international/en/news/Blogs/makingwaves/mr-hayward-this-is-not-a-tiny-matter/blog/11808

One Drill Too Far
http://www.greenpeace.org/international/en/news/Blogs/makingwaves/one-drill-too-far/blog/11790

Além de todos os protestos e matérias publicadas, o navio do Greenpeace, Arctic Sunrise, está nos Estados Unidos para monitar os prejuízos do vazammento de óleo no Golfo do México, conforme mostra o link abaixo:

http://www.greenpeace.org/brasil/pt/Noticias/Hora-de-calcular-os-danos/

Anúncios

3 pensamentos sobre “O Greenpeace está SIM muito preocupado com o derramamento de óleo no Golfo do México!

  1. Desde a semana do acidente, no dia 21 de abril, o Greenpeace USA está no local. Levamos conosco especialistas que lidaram com o vazamento da Exxon Valdez (Alasca, 1989) que entendem dos impactos do óleo. Atraímos mídia para os lugares onde ninguém ia, pois nem a BP, nem o governo americano, querem que as pessoas vejam o impacto real do óleo. Também organizamos protestos no mundo inteiro. Nos Estados Unidos, ativistas foram presos ao pedir o fim da exploração de petróleo no Ártico. Na Bélgica, ativistas com óleo no corpo recepcionaram 18 representantes das maiores empresas petrolíferas com comissários da União Européia. A intenção é trabalharmos fortemente pelo fim deste tipo de exploração ao redor do mundo.Leiam mais em: http://www.greenpeace.org/brasil/pt/Blog/o-leo-que-ningum-v/blog/13018?utm_source=Virtual+Target&utm_medium=email&utm_content=&utm_campaign=Boletim+Sem+28+07+10&utm_term=ricomachado@terra.com.br

  2. China luta para conter petróleo e afasta equipe do GreenpeaceA China lutou para manter a crescente mancha de petróleo longe das águas internacionais nesta terça-feira (20). Seu desafio é limpar a mancha próxima da costa de Dalian, já conhecida como a melhor cidade da China para se viver. Uma das técnicas é usar bactérias que digerem petróleo. Petróleo cru havia começado a vazar para o mar Amarelo, a partir de um importante porto no nordeste do país, depois que um duto explodiu no fim da semana passada. O encanamento pegou fogo por ao menos 15 horas, e a mancha de óleo já se espalha por uma área de 180 quilômetros quadrados do oceano.A ONG ambiental Greenpace tentou verificar se o maior vazamento já relatado do país era maior que o anunciado oficialmente. Ela tirou várias fotos da região nesta terça-feira (20), antes que a equipe fosse forçada a se retirar. Fotos mostraram praias rochosas cobertas de petróleo, trabalhadores carregando colega sujo com óleo, entre outros. Ativistas disseram que era muito cedo para dizer qual seria o impacto que a poluição causaria à vida marinha. Fonte Folha.com http://noticias.ambientebrasil.com.br/clipping/2010/07/21/57862-china-luta-para-conter-petroleo-e-afasta-equipe-do-greenpeace.html

  3. Muito bacana o trabalho que o Arctic Sunrise vai desenvolver na área do desastre.Parabéns pela matéria, ficou excelente!Abraços

Escreva o seu comentário aqui. Obrigado!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s